A menina que roubava livros - Markus Zusak

3

Autor: Markus Zusak
Título Original: The Book Thief
Tradução: Vera Ribeiro
Ano de Lançamento: 2007
Número de Páginas: 480
Editora: Intrínseca

Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times". Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhecê-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.


A primeira vez que vi o folheto deste livro, não fui muito com a cara dele porque tinha um pouco de Hitler, de guerras no meio e eu não gosto muito de livros com este gênero.

Até que um dia fui a biblioteca da minha escola e peguei A Menina que Roubava Livros. Achei que não leria por causa do seu contexto. Mas um dia estava sem nada para fazer então peguei ele para ler.

No começo juro pra vocês que achei chato. Ma a partir do momento que ela é adotada, a história começou a ficar legal. Ao contrário do que eu pensava, o livro até que em bem intrigante, mas não foi um dos melhores que eu li. 

Não curto muito livros com assuntos que se passam na guerra.. Enfim. Mas a história tem um bom contexto e eu gostei bastante disso.Eu achei o livro meio cansativo mas fui até o fim. O livro tem um bom final e por fim até que valeu a pena ler suas 480 páginas!

Abandonei. Não gostei muito do assunto!






3 comentários :

Luciana Cardoso disse... [Responder comentário]

Apesar de ter comprado esse livro não tive a oportunidade de lê-lo :S, acabei emprestando para uma amiga e ela simplesmente não devolveu. Não tive coragem de pedir a ela mesmo o livro sendo meu, sai deixei pra lá. Porem li a sua resenha e comentários sobre a história e me desanimei um pouco de compra-lo novamente rs... sei que as vezes as opiniões são diferentes sobre o mesmu livro mais senti que a sua resenha foi bem sincera... vou pensar a respeito de compra-lo novamente rsrs...

leonardo disse... [Responder comentário]

Na minha escola tem este livro na biblioteca vou pegar quando voltar ás aulas...

é Felipe e é Miranda disse... [Responder comentário]

Todos falam bastante desse livro mas nunca tive muita vontade de lê-lo :x

Postar um comentário